Está na hora de fazer as contas…e as malas!

Está na hora, está mesmo na hora! O Sindeq e a VoucherTravel têm pelo menos um ponto em comum: ambos querem que você usufrua de um momento de descanso, de lazer. E nós, Sindeq, sabemos bem o quanto merecem esses momentos todos os nossos sócios e amigos. Por isso, em boa hora fizemos esta parceria.…

Posso levar o subsídio de desemprego para o estrangeiro?

Se está desempregado e está a pensar em ir para o estrangeiro procurar emprego, saiba o que tem de fazer para levar o subsídio de desemprego. Muitas pessoas desconhecem esta regra, mas é possível uma pessoa desempregada que esteja a receber o subsídio de desemprego sair do país em busca de um emprego no estrangeiro…

falsos anuncios

Falsos Anúncios de Emprego: como os descobrir?

Fique atento aos falsos anúncios de emprego. Para os descobrir precisa de prestar uma atenção especial na sua procura de emprego. Falta de informação Um ponto que caracteriza os falsos anúncios de emprego é a falta de informação sobre a vaga em questão e sobre a empresa que disponibiliza a vaga. Os anúncios que omitem…

Formação para Activos 2018 – Já se inscreveu?

Formação Financiada // 2018 Em parceria com o Cefosap, o Sindeq coloca ao dispor dos seus associados um conjunto de formações modulares, que visam a melhoria das suas aptidões, preparando-os melhor para os novos desafios do mundo do trabalho. Local: Santo Tirso (Contacte-nos para outras cidades do País) Para 2018 o CEFOSAP disponibiliza UFCD – Unidades de…

Resolução do Secretariado Nacional // NOV 2017

O Secretariado Nacional da UGT aprovou hoje, por unanimidade e aclamação, uma resolução que abordou as seguintes temas: Combater a Precariedade. Uma urgência nacional a que a Concertação Social deve dar resposta. Prosseguir a Revalorização do Salário Mínimo. Assegurar rendimentos dignos aos Trabalhadores Administração Pública – Virar a página da austeridade. Valorizar os Trabalhadores. Pilar…

Resolução do Secretariado Nacional // UGT

A proposta de Orçamento do Estado para 2018 (OE) assenta numa lógica de continuidade dos anteriores exercícios orçamentais do Governo, aliando as necessidades de consolidação orçamental a uma estratégia de reforço dos rendimentos dos portugueses, sobretudo os que vivem do seu trabalho, de crescimento económico e do emprego e de melhoria da protecção social.