Candidaturas por e-mail: como se destacar?

São cada vez mais as empresas que recorrem ao e-mail como forma de receberem candidaturas a emprego. O que fazer para conseguir o devido destaque?

Deixamos algumas dicas que, esperamos, o ajudem a não perder a oportunidade de sobressair no mundo digital!

–  Opte por o mais simples possível e comece, por exemplo, pela fonte tipográfica. Neste aspeto, o uso de uma fonte mais convencional como a “Arial”, a “Verdana”, a “Calibri” ou a “Times New Roman”, são uma boa solução. Fontes simples e de fácil leitura. Esqueça a “Comic Sans”!

– Depois de escolhida a fonte, tenha em atenção o tamanho! O melhor é optar por medidas-padrão (10 a 12) ou corre o risco do seu e-mail parecer o folheto do supermercado.

– Preto em fundo branco! Não invente muito. Não há melhor leitura possível que esta.

– Seja comedido naquilo que quer destacar no seu texto de e-mail. Isto significa que sempre que quiser utilizar negrito ou sublinhar alguma informação que considere mais importante, foque-se apenas no que é mesmo mais importante: um titulo, uma função, por exemplo.

– Cuidado com os erros de morfologia e sintaxe! A última coisa que o seu possível empregador vai querer ver é uma frase a começar por minúsculas ou mal pontuada. Erro ortográficos também não abonam a seu favor.

– Muita atenção ao seu endereço de e-mail! O seu endereço de e-mail deve ser o mais profissional. Ter um “hotmail” pode não soar muito bem à entidade empregadora, pelo que procure ter ou criar um e-mail que não inclua números ou algum pormenor mais revelador da sua vida.

– Não sabe o que escrever no e-mail? O melhor, e como por aqui já o dissemos, é tornar o seu e-mail numa carta de apresentação.

– Não se esqueça de preencher o campo “assunto” do seu e-mail e seja direto na sua mensagem!

– Por fim, e quando anexar documentos (como o seu currículo), certifique-se de que efetivamente eles foram anexados e tenha em atenção o formato em que os envia, assim como a dimensão dos mesmos. Ficheiros demasiado pesados podem ser um entrave, levando a que  nem sequer sejam abertos. Quanto ao formato, um PDF é quase sempre seguro.