Comunicado Repsol

 GRATIFICAÇÃO EXTRA POR OBJETIVOS

2ª REUNIÃO DE ACOMPANHAMENTO

Realizou-se no passado dia 26 de Outubro a 2ª reunião entre a Fetese e os representantes da Repsol para acompanhamento do grau de cumprimento dos objetivos definidos na gratificação extraordinária por objetivos, prevista no anexo XI do AE REPSOL 2012/13.

No final de Setembro o grau de cumprimento era, em termos globais, de 53,0%, o que representa uma redução substancial em relação ao valor de Junho (71,2%) e aproxima-se perigosamente do limite de 50% abaixo do qual já não será pago o prémio. Mantendo-se a taxa de inflação próximo dos 3%, o valor do prémio no final do ano poderá ainda ter alguma relevância e ajudará de algum modo a minorar o enorme impacto sobre os salários resultante da subida dos impostos e das alterações legislativas.

A qualidade do produto e o absentismo, que eram os fatores mais críticos no trimestre anterior, melhoraram um pouco mas ainda estão no vermelho. É possível que cheguem a valores positivos se for viável atribuir à paragem alguns produtos de 2ª qualidade produzidos em Julho e Agosto e se o absentismo continuar a baixar neste último trimestre. Com exceção dos custos fixos e do ROP (que se mantêm muito bons), em todos os outros itens houve reduções importantes, principalmente nas baixas por acidente de trabalho. Cabe-nos agora procurar contribuir para a melhoria dos resultados neste último trimestre, sabendo como sabemos que nem tudo depende de nós e que os fatores de desmotivação são elevados.

Embora a reunião não tivesse esse desiderato, voltámos a exigir à Repsol que reponha o pagamento do trabalho suplementar e dos dias feriados ou que negocie uma alternativa que de algum modo compense o “roubo” a que fomos sujeitos. Não vamos desistir enquanto não for encontrada uma solução!

Sines, 29 de outubro de 2012

SITESE    –    SINDEQ    –    SITEMAQ