Língua estrangeira – iniciação – francês

Carga Horária:
50 horas
Objetivos

  • Não é definida uma língua estrangeira em particular. A opção da Língua Estrangeira em concreto que operacionalizará este conjunto de competências de uso dependerá do perfil/necessidade de aprendizagem do adulto/formando, de acordo com a disponibilidade das entidades formadoras.
  • A presente elencagem de competências tem como referência a ocorrência da Língua em contexto de realização, não se referindo a aspetos específicos do funcionamento da Língua uma vez que estes variam de acordo com a que estiver a ser trabalhada.
  • Trata-se de um nível de “iniciação”, pelo que se destina a adultos que não tenham quaisquer noções estruturadas de uma língua estrangeira.
Conteúdos

  • Competências de interpretação
    • Ouvir/Ver
      • – Compreensão de textos simples, breves e claros relacionados com aspetos da vida quotidiana e/ou com as áreas de interesse dos adultos
      • – Compreensão das ideias gerais de um texto em língua corrente sobre aspetos relativos aos tempos livres, bem como a temas atuais e assuntos do interesse pessoal e/ou profissional dos adultos, quando o discurso é claro, pausado e adequado ao seu nível linguístico
      • – Compreensão do conteúdo informativo simples de material audiovisual (entrevista, conversa telefónica, conversa informal entre pares, outros)
    • Ler
      • – Compreensão de textos curtos e simples sobre assuntos do quotidiano, variando o grau de complexidade dos textos de acordo com as competências evidenciadas pelos adultos
      • – Detecção de informação previsível concreta em textos simples de uso comum (conversa telefónica, entrevista, outros)
      • – Compreensão de textos simples em língua corrente sobre assuntos do quotidiano e relacionados com as áreas de formação e/ou atividade profissional dos adultos
      • – Percepção de acontecimentos relatados, assim como sentimentos e desejos expressos
      • – Comunicação em situações do quotidiano implicando troca de informação simples e direta sobre assuntos e atividades correntes, variando o grau de complexidade dos textos de acordo com as competências evidenciadas pelos adultos
      • – Participação em conversações curtas, com recurso a vocabulário circunscrito, sem necessidade de sustentar, aprofundar ou prolongar os diálogos
      • – Participação, com preparação prévia, em conversas simples sobre assuntos de interesse pessoal ou geral da actualidade
  • Competências de produção
    • Falar/Escrever
      • – Uso de frases simples e curtas para falar da família, dos outros e do seu percurso pessoal, variando o grau de complexidade dos textos de acordo com as competências evidenciadas pelos adultos
      • – Produção, simples e breve mas articulada, de enunciados para narrar, descrever, expor informações e pontos de vista
      • – Comunicação em situações do quotidiano que exigem apenas troca de informação simples e direta sobre assunto e atividades correntes
      • – Participação em conversações curtas, com recurso a vocabulário circunscrito, sem necessidade de sustentar, aprofundar ou prolongar os diálogos
      • – Participação, com preparação prévia, em conversas simples sobre assuntos de interesse pessoal ou geral da actualidade
      • – Escrita de textos curtos e simples relacionados com aspetos da vida quotidiana
      • – Escrita de textos simples e estruturados sobre assuntos conhecidos e do seu interesse
      • – Intervir tendo em conta que os percursos individuais são afetados pela posse de diversos recursos, incluindo competências ao nível da cultura, da língua e da comunicação
      • – Agir em contextos profissionais, com recurso aos saberes em cultura, língua e comunicação
      • – Formular opiniões críticas mobilizando saberes vários e competências culturais, linguísticas e comunicacionais
      • – Identificar os principais fatores que influenciam a mudança social, reconhecendo nessa mudança o papel da cultura, da língua e da comunicação

Inscrever-me agora nesta formação! >>

No final do curso os participantes receberão um Certificado de Qualificações, com aproveitamento, no caso do alcance dos objetivos definidos e da participação em, pelo menos, 90% da duração da formação.

Esta UFCD – Unidade de Formação Modular Certificada está integrada no Catálogo Nacional de Qualificações e faz parte dos percursos profissionais – Operador/a de Armazenagem de nível de qualificação 2 e Programador/a de Informática de nível de qualificação 4, que conferem equivalência, respetivamente, ao 9º e ao 12º anos de escolaridade, pelo que, a certificação nesta UFCD, contribui para uma qualificação profissional daqueles níveis.